Confissão

Jesus chama à conversão, (Cf. Mc 1, 15), e este apelo continua a ecoar na vida dos cristãos. Este esforço de conversão é, por um lado, obra humana e, por outro, o movimento do “coração contrito” (Cf. Sl 51 ou 50) atraído e movido pela graça a responder ao amor misericordioso de Deus, que nos amou primeiro.

O movimento da conversão e da penitência foi maravilhosamente descrito por Jesus na “Parábola do Filho Pródigo”, cujo centro é “o Pai misericordioso”. Somente o Coração de Cristo, que conhece as profundezas do amor do Pai, nos pôde revelar o abismo da sua misericórdia.

 

“Um homem tinha dois filhos… O mais novo partiu para um país longínquo e aí dissipou os seus bens numa vida dissoluta… Caindo em si mesmo, disse… Partirei, voltarei a casa de meu Pai e dir-lhe-ei: «Pai, pequei contra o céu e contra ti…» Vendo-o ao longe, o Pai foi tocado de compaixão; correu a atirar-se ao pescoço de seu filho e abraçou-o longamente…” (Lc 15, 11-32).

 

O pecado é, antes de tudo, uma ofensa a Deus, uma ruptura da comunhão com Ele. Ao mesmo tempo, fragiliza a comunhão com a Igreja e as nossas boas relações com os outros. Pelo baptismo, que nos tinha purificado de todo o pecado, fomos de facto consagrados para sermos morada do Espírito Santo, chamados a viver na santidade (Cf. Lumen Gentium, nº 10).

 

O pecado diminui a nossa semelhança com Deus. O sacramento da penitência traz, por um lado, o perdão de Deus e, por outro, a reconciliação com a Igreja.

 

Tem piedade de mim, Senhor, porque pequei…

 

Confessar-se não é informar Deus, ele que conhece, melhor que nós mesmos, os nossos corações; trata-se, em primeiro lugar, de sabermos reconhecer com franqueza os nossos pecados.

Cristo quis que a sua Igreja fosse o sinal e o instrumento do perdão e da reconciliação, que renovam a alegria e a confiança. Pelo ministério do sacerdote, os pecados são perdoados em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

NOTÍCIAS  

Peregrinação Taizé 2024

 

Peregrinação Internacional de Acólitos

O Serviço Diocesano de Acólitos do Patriarcado de Lisboa está a organizar a participação dos acólitos da diocese na Peregrinação Internacional de Acólitos a Roma, de 28 de julho a 3 de agosto.
 
O preço inclui:
✅ Passagem aérea, com taxas, para o percurso:
- Ida: 28/07/2024 - Lisboa/Roma (Fiumicino) – 08h55/12h50
- Regresso: 03/08/2024 – Roma (Fiumicino)/Lisboa – 17h35/19h45
(ambas as viagens incluem 1 Mala de porão);
✅ Transfer em Roma para deslocação entre o aeroporto e o alojamento.
✅ Alojamento em Roma na Paróquia de San Gaetano (dormida em colchão e saco-cama).
✅ Pequeno-almoço (de 29 de Julho a 03 de Agosto).
✅ Bilhete para transportes públicos em Roma.
 
 
O preço não inclui:
❌ Refeições
❌ Despesas de caráter pessoal
❌ Bebidas
❌ Entradas em monumentos
Mais informações no formulário de inscrição.
 
ℹ️ As inscrições estão abertas até ao próximo dia 26 de fevereiro, através do seguinte link: https://forms.gle/1LEq7B7Qr8pmixzGA
 
______________________________________________________________

Santuários de França