Sínodo Diocesano 2016

O que rezar?

Maria, Mãe da Igreja
ajudai-nos a dizer o nosso «sim».
Dai-nos a audácia de buscar novos caminhos 
para que chegue a todos
o dom da beleza que não se apaga.
Virgem da escuta e da contemplação,
intercedei pela nossa Igreja de Lisboa,
em caminho sinodal, 
para que nunca se feche nem se detenha
na sua paixão por instaurar o Reino.
Estrela da nova evangelização,
ajudai-nos a resplandecer 
com o testemunho da comunhão, 
do serviço, da fé ardente e generosa,
da justiça e do amor aos pobres,
para que a alegria do Evangelho
chegue até aos confins da terra
e nenhuma periferia fique privada da sua luz.
Mãe do Evangelho vivo,
manancial de alegria para os pequeninos, 
rogai por nós.
Ámen.

O que é um sínodo?

A palavra tem origem no grego “synodos” e 
significa: caminho feito em conjunto. Foi 
traduzida para o latim como “concilium”, que 
quer dizer: assembleia.
O Sínodo Diocesano é uma assembleia que 
reúne leigos, consagrados e sacerdotes dessa 
Igreja particular, escolhidos para auxiliar o 
Bispo Diocesano no exercício da sua função, 
para o bem de toda a comunidade cristã. É um 
caminho de reflexão, avaliação, renovação, 
planeamento e programação, feito em 
conjunto, com a participação de todos.

O porquê de um Sínodo?

A inspiração para a realização de um Sínodo 
em Lisboa nasce como acolhimento e 
resposta à Exortação Apostólica do Papa 
Francisco, ‘A Alegria do Evangelho’ (publicada 
a 24 de novembro de 2013), um programa de 
missão geral e evangelizadora, em estreita 
sintonia com o processo de renovação da 
pastoral da Igreja em Portugal, a que fomos 
recentemente convidados.
O Sínodo acontece no contexto da 
celebração dos três séculos sobre a 
qualificação patriarcal de Lisboa, que ocorrerá 
em novembro de 2016. A sua preparação, a 
começar já, envolve-nos a todos num 
processo de discernimento, purificação e 
reforma, que, como diz o Papa,“não pode 
deixar as coisas como estão”.
Neste sentido, o nosso Bispo a todos quer 
escutar e convidar a vivermos em estado 
permanente de conversão e missão. 
«Para que o impulso missionário seja cada vez 
mais intenso, generoso e fecundo, exorto 
também cada uma das Igrejas particulares a 
entrar decididamente num processo de 
discernimento, puricação e reforma». 
(EG nº 30)
Estas indicações do Papa Francisco 
encontrarão na Igreja de Lisboa o mais el e 
pontual cumprimento, que se traduz na 
realização de um Sínodo Diocesano em 2016 
[no tricentenário da qualicação patriarcal], 
cuja preparação começa desde já, para 
concretizar na Igreja de Lisboa este programa 
evangelizador, retomando e projetando para 
o futuro o melhor fundamento da nossa 
qualicação patriarcal.

A caminhada pré-sinodal

Se queremos mudar o mundo, comecemos por 
nós próprios, pelas nossas famílias, grupos 
cristãos, comunidades religiosas, movimentos, 
associações, paróquias, diocese... 
Enquanto caminhamos em comunhão rumo 
ao Sínodo, deixemo-nos interpelar-transformar 
por Jesus Cristo, pela Palavra de Deus e pelos 
sacramentos, pelos acontecimentos do nosso 
tempo e pelas pessoas em quem Jesus vem ao 
nosso encontro. 
Ousemos fazer uma revisão 
pessoal-comunitária de vida e deixar-mo-nos 
abraçar por Deus e pela Igreja de Lisboa; 
dialoguemos, debatamos, aprofundemos 
sempre mais as razões da nossa fé e 
interpelemos o Sínodo com novas propostas 
para os seus desafios atuais; concelebremos a 
vida humana e a vida de Deus em nós, nos 
outros e na História; testemunhemos a alegria 
e a beleza de sermos discípulos e apóstolos de 
Jesus Cristo, hoje; comprometamo-nos com 
quem mais necessita na partilha de dons, 
competências e tempo; e… participemos, 
todos, neste itinerário.

Metodologia

No início de cada trimestre receberemos um 
guião que orientará a nossa caminhada sinodal 
e constará de oração, leitura e reflexão pessoal, 
diálogo comunitário, compromisso e 
celebração. 
Em cada etapa (trimestre), após o trabalho 
pessoal, somos convidados a reunirmo-nos em 
grupo (existente ou a constituir para o efeito) 
para a oração, o estudo, a partilha e a missão. 
Procuremos envolver todas as “forças vivas” do 
Patriarcado de Lisboa: comunidades paroquiais, 
institutos de vida consagrada e sociedades de 
vida apostólica, movimentos, associações e 
grupos eclesiais, institutos de formação e 
educação (seminários, universidades e escolas), 
famílias, instituições… 
No final de cada etapa, cada grupo enviará o 
contributo da sua reflexão e ensaio para o 
Secretariado do Sínodo. Este tratará toda a 
informação e preparará o documento de 
trabalho ou “Instrumentum Laboris” para a 
Assembleia Sinodal.
Cada etapa deste caminho culminará num 
momento alto do ano litúrgico e pastoral: o 
1.º trimestre conduzir-nos-á ao Natal; o 2.º, à 
Páscoa; o 3.º, no final do ano pastoral, 
congregar-nos-á no Dia da Igreja Diocesana. 
Localmente, e para marcar o ritmo sinodal, 
cada comunidade pode enriquecer esta 
caminhada da seguinte forma: ensaiando 
novas formas de missão e valorizando 
celebrações e eventos significativos.

 

As etapas

A caminhada de preparação para o Sínodo 
decorrerá ao longo dos próximos dois anos 
pastorais: 2014-15 e 2015-16. Em cada 
trimestre seremos conduzidos por um dos 
capítulos da Exortação Apostólica “A Alegria 
do Evangelho”
 
De set. a dez. de 2014
“A transformação missionária da Igreja”
 
De jan. a mar. de 2015
“Na crise do compromisso comunitário”
 
De abr. a jun. de 2015
“O anúncio do Evangelho”
 
De set. a dez. de 2015
 “A dimensão social da evangelização”
 
De jan. a mar. de 2016 
“Evangelizadores com Espírito”
 
No último trimestre do ano pastoral 2016 (de 
abril a junho) construir-se-á o documento de 
trabalho sinodal [“Instrumentum Laboris”], a partir 
das reflexões feitas nos trimestres anteriores.
Toda esta caminhada guiar-nos-á à Assembleia 
Sinodal, que se realizará em novembro de 2016. 

NOTÍCIAS  

Peregrinação Taizé 2024

 

Peregrinação Internacional de Acólitos

O Serviço Diocesano de Acólitos do Patriarcado de Lisboa está a organizar a participação dos acólitos da diocese na Peregrinação Internacional de Acólitos a Roma, de 28 de julho a 3 de agosto.
 
O preço inclui:
✅ Passagem aérea, com taxas, para o percurso:
- Ida: 28/07/2024 - Lisboa/Roma (Fiumicino) – 08h55/12h50
- Regresso: 03/08/2024 – Roma (Fiumicino)/Lisboa – 17h35/19h45
(ambas as viagens incluem 1 Mala de porão);
✅ Transfer em Roma para deslocação entre o aeroporto e o alojamento.
✅ Alojamento em Roma na Paróquia de San Gaetano (dormida em colchão e saco-cama).
✅ Pequeno-almoço (de 29 de Julho a 03 de Agosto).
✅ Bilhete para transportes públicos em Roma.
 
 
O preço não inclui:
❌ Refeições
❌ Despesas de caráter pessoal
❌ Bebidas
❌ Entradas em monumentos
Mais informações no formulário de inscrição.
 
ℹ️ As inscrições estão abertas até ao próximo dia 26 de fevereiro, através do seguinte link: https://forms.gle/1LEq7B7Qr8pmixzGA
 
______________________________________________________________

Santuários de França